quarta-feira, 31 de agosto de 2011

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Pintar azulejos


Foi este o material que constava na curta lista que me entregaram, quando me increvi na Oficina de Pintura de Azulejos. Levar estes objectos seria da minha responsabilidade; quanto aos azulejos, às tintas e aos pincéis ficariam por conta da organização, a Biblioteca Municipal de Monforte.
A decorrer aqui tão perto, durante a recta final das férias, seria descabido desperdiçar a oportunidade de aprender uma coisa nova... e logo uma arte manual em que se pode dar azo à criatividade!
A iniciativa vem travar o discurso daqueles que dizem que pelo interior do Alentejo não se passa nada e é, sem sombra de dúvidas, de aproveitar!...É que embora as aulas roubem um pouco de tempo às tarefas diárias, há que olhar a médio/longo prazo e reconhecer a  preciosa mais-valia de vir a saber fazer!

Para breve: azulejos "by Zana Dias"! ;)

sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Festas de Campo Maior

A  primeira e única vez que lá estive foi na década de 80, acho que tinha 13 anos.
Na altura fui numa excursão com várias dezenas de pessoas da vila onde morava. Recordo que havia um grande terreiro onde estacionavam os autocarros e era aí mesmo que se passava a noite, contorcido no assento da camioneta ou esticado numa manta cá fora ao relento, onde havia de tudo menos ambiente propício ao sono... Imagine-se milhares de pessoas folgadas, deitadas sob o céu estrelado alentejano!... O equivalente a querer adormecer uma centena de crianças na mesma sala!

FESTAS DE CAMPO MAIOR  1930
( Foto retirada de moitas61flickr.com)

Começam amanhã, dia 27, as Festas do Povo em Campo Maior e este ano vão até 4 de Setembro.
Para quem não conhece, e lê o "Dias às Cores" doutras partes do mundo, nomeadamente a partir do Brasil, passo o explicar o que são estas festas.
Campo Maior é uma vila no interior do país, muito próxima de Espanha, onde, por vontade das pessoas lá residentes, se decoram as ruas com flores de papel e outros objectos de cartão feitos à mão. Cada rua é engalanada pelos respectivos residentes, a troco de bastante trabalho, dedicação e tempo roubado a noites e serões que poderiam ser mais descansados.
Quem por lá se passear por esses dias, para além de se banquetear com mais de 100 ruas cheias de vida e cor, há-de encontrar as casas de portas abertas, bancos para se sentar e descansar e cântaros de água fresca para matar a sede de final de Verão.

As últimas Festas do Povo, como também são chamadas, decorreram em 2004. Sete anos depois repetem-se, porque o Povo assim o entendeu, e a estas, agora que vivo tão perto, não hei-de faltar!

(Foto retirada de moescor.blogspot.com)
(Caso queira pernoitar pela zona - e porque nesta altura os alojamentos em Campo Maior estarão esgotados- fica a sugestão da nossa Casa de Cabeço de Vide, que poderá ver no arquivo de Março -do lado esquerdo do blog- e com algumas noites ainda disponíveis.)

Informações e reservas através de diasascores.heartmade@gmail.com

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Retratos das férias

Pois foi!... Sorrateiramente fui-me embora, não disse nada a ninguém e desapareci por mais de duas semanas. Regresso hoje, já depois da roupa lavada, dos sacos de viagem arrumados e com um pedido de desculpas pela minha ausência não comunicada... o qual espero que aceitem a troco das fotos desses dias de descanso e des-rotina.





















Quem adivinha por onde andámos?

domingo, 7 de agosto de 2011

Óleo de Flores Silvestres


Ontem, enquanto me ocupava deste preparo, deixei-me ficar bem caladinha e ouvi a conversa que se segue. Conto-vo-la, porque em momento algum  foi pedido segredo.

_ Oh!!...Primas Camomilas!! Que surpresa ver-vos também por aqui?
_ Primas Calêndulas!! Ora vivam! Que bom encontrar-vos!
_ Há quanto tempo não nos víamos!!...Desde aquela manhã  de Primavera em que Ela saiu de casa, de cesto de verga na mão e nos colheu da terra...
_ ... E ao chegar a casa, atou-nos em molhos e pôs-nos a secar dentro de caixas grandes...
_ Pois foi! Aí estivemos cerca de dois meses...De vez em quando lá vinha Ela virar-nos, ora para um lado, ora para o outro.
_ Sim, mas depois fomos separadas. A nós, Camomilas, Ela colocou-nos dentro de um saco de papel e a vocês, Primas Calêndulas, noutro. Há tempos que não sabíamos novas vossas...
_ Afinal, quis o destino que nos voltássemos a encontrar. Aqui estamos dentro do mesmo frasco,mergulhadas em óleo de amêndoas doces!
_ Para dizer a verdade, achávamos que íamos parar à cafeteteira do chá, mas ainda bem que não!Olha,sabes o que a Avó Camomila A ouviu dizer?
_ Não.Conta, conta!
_ Que vamos ficar aqui juntas um mês.E que Ela todos os dias vai pôr o frasco ao Sol e deixar o óleo macerar...
_ Ah! Agora compreendo porque me sinto tão quentinha!
_ Sim, aqui aconchegadas e ao calor do Sol,dá-nos tanta moleza!
_ Concordo, primas. Acho que vamos dormir uma soneca.
_ Isso,isso! Durmamos, primas. Descansemos...

(To be continued in a month aproximately...)

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Piso de coentros


O calor puxou  tanto por eles que estavam a começar a espigar; se os queria aproveitar teria que os apanhar com urgência.
Para conservar coentros só conheço duas maneiras: picá-los e congelá-los  -Mas ainda há duas caixas no congelador! :(  - ou fazer este "piso, que resulta num tempero pronto a utilizar em qualquer altura do ano e que era o usado antes de haver frigoríficos.

Começa-se por separar os talos dos coentros e cortá-los grosseiramente para dentro de um recipiente.
Descascam-se alguns dentes de alho, os quais se moem num almofariz, com sal a gosto.


Numa picadora deita-se um bocado de azeite, acrescenta-se os coentros e a mistura de sal e alho.
Tritura-se rapidamente, de forma a que os coentros fiquem moídos mas não completamente desfeitos.

Deita-se para um frasco de vidro, mexe-se com uma colher e cobre-se com azeite. (É importante a mistura estar sempre coberta com azeite, de modo a não desenvolver bolores à superfície.)
Guarda-se num armário ou no frigorífico, onde fica a jeito de utilizar em "receitas de coentrada"... algumas das quais hei-de partilhar aqui um dia destes. Prometido! :)